Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Casa da Cabrita

A Casa da Cabrita

Hoje tive a minha primeira folga. Só não foi uma folga propriamente dita porque eu nem sabia que a ia ter. Cheguei ao gabinete e pumbas, ficaram todos a olhar para mim como se tivesse "estúpida" escrita na testa. O meu orientador levanta-se muito rápido e diz-me "Ah Rita esqueci-me de te avisar... Hoje vamos ter umas reuniões muito importantes com o reitor e estás dispensada". Óptimo, calhou mesmo bem que assim pude ir despedir-me do Florian, da Anfi e do Andrew ao autocarro. Depois vim para casa dormir a sesta, ai que bom. Agora sim dou valor às minhas belas horinhas de sono. Acho que apesar de conseguir dormir bem toda a noite, não durmo profundamente. As minhas olheiras já se notam à distância e noto que cada vez mais desligo do trabalho. É o ainda não estar habituada a viver sozinha, cada barulhinho que aparece eu preciso logo de saber de onde vem e porquê.

Para desanuviar um bocadinho de Berlim (finas, eu sei), eu e a Inês decidimos passar este fim de semana em... Dresden :D Esta coisa de vivermos uns tempos no centro da Europa dá imenso jeito, queremos ir a sítio e vamos. Com a excepção de Munique. E Estugarda. Alemães fofos, e criarem um transporte barato para ir a Munique? E já agora se conseguirem incluir um desviozito a Estugarda dava um jeitão.

Dresden fica muito perto de Berlim (3 horas de autocarro) e estão lá uns amigos meus (e que em breve serão também da Inês) portanto nem pagamos alojamento! Amigos, por favor segurem as lágrimas, mas provavelmente não vou ter acesso ao blog este fim de semana por causa das viagens. Mas depois prometo uma reportagem completíssima de todo o fim de semana!  

 

1 comentário

Comentar post