Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Casa da Cabrita

A Casa da Cabrita

... vai a uma festa a uma Quinta, sabendo que trabalha a uma Sexta. Já conheci 5 raparigas que estão em Berlim em ERASMUS. Uma está a trabalhar no hospital, tal como eu. As outras 4 são estudantes da Universidade Humbold e só começam as (poucas) aulas dia 17 de Outubro. Nota-se ligeiramente a diferença de tempo livre - elas a acordar todos os dias às 12h, eu e a Andreia a acordar Às 8h30 - , mas fêta é fêta e lá fomos nós. A festa foi numa discoteca espectacular, num rooftop com vista para a AlexanderPlatz. Só pela vista valeu o frio que rapámos e a chuva que apanhámos à vinda para casa. 

 

IMG_1524.JPG

 A típica foto cheia de qualidade no espelho da casa de banho.

 

IMG_1507.jpg

A vista da discoteca.

 

Quando cheguei ao hospital Sexta-Feira, extremamente ensonada, temi o pior. Mas aconteceu o melhor! O chefe não veio portanto foi dia santo na loja. Até nem fomos almoçar à cantina e demorámos mais de 30 minutos no processo (coisa muuuuuuito rara no DHZB). Entretanto, também já tenho o meu cartão oficial, que não serve para absolutamente nada, mas é mesmo giro:

 

IMG_1539.JPG

 

Sábado foi dia de dormir, lavar o apartamento de cima a baixo e de comer panquecas com as meninas. A croata é cá das minhas, que só come chocolate e que acredita que tudo fica melhor com chocolate. Fez umas panquecas fit (de aveia e que tais) e depois mergulhou-as em Nutella. Mas continuam a ser fit, ninguém nos tira isso!

 

IMG_1532.JPG

 

 

Esta vida de ERASMUS cansa, especialmente porque tenho que estar cedo no hospital todos os dias da semana. Mas vale muito a pena, porque já me apresentou 5 raparigas fantásticas que estão cá para o que for preciso! E quando se está sozinho numa cidade, precisamos muito destas pessoas.