Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Casa da Cabrita

A Casa da Cabrita

Pois é. 1 mês e meio sem meter aqui os pézinhos. Fui uma má (quase que) blogger, eu sei. Mas a minha vida tem sido dura. Duríssima, por sinal. É que isto de receber visitas, dar um saltinho a Estocolmo (passando por Frankfurt, mas isso é outra história), ir à Grécia e estar já de malas aviadas para Barcelona, tem muito que se lhe diga. Aos que se questionam "Mas a moça trabalha?" a resposta é: Sim, trabalho e tem estado tudo a correr muito bem! Até um bocadinho demasiado bem, mas se resultar, eu anunciarei aqui. 

 

Resumindo muito resumido tudinho:

 - Os meus pais não fizeram mais disparates em Berlim. Houve todo um esforço, mas nada superou o roubo de café. 

 - Para ir para Estocolmo ter com as miúdas mais giras, tive que ir a Frankfurt porque o meu voo de Berlim foi cancelado. Todo um stress que nem é bom relembrar, mas fui e Estocolmo recebeu-me de braços abertos. Vi o barco gigante (ERA MESMO GIGANTE), vi os vestidos de noivas da rainha e princesas e comi um dos melhores hambúrgueres de sempre. Tudo isto com a companhia das galinhas. Não podia ter pedido melhor.

- Adorei a Grécia. Atenas é uma cidade feiosa mas tem sítios muito muito bonitos. Conheci pessoas espectaculares de toda a Europa (e até do Canadá!) que já ganharam um espacinho neste coração. É mesmo muito bom quando, de forma completamente aleatória, acabas por conhecer pessoas tão especiais. 

 

E é isto. É pouquinho, mas depois de ouvir tantas queixas e tantos "Mas estás mesmo bem??", tinha que cá vir acalmar a multidão (constituída pela minha mãe e tia). Prometo contar certos episódios (cómicos, claro está) com mais pormenor mal páre um bocadinho no mesmo sítio!! 

2 comentários

Comentar post